Dicas Nutricionais

BATALHA DE ALIMENTOS: PÃO X TAPIOCA X CUSCUZ

O tradicional pãozinho francês faz a cabeça dos brasileiros, principalmente no café da manhã. Mas será que vale a pena ter sempre ele na hora de começar o dia?! Fique atento as opções: Pão X Tapioca X Cuscuz.

O pão francês, para nós os baianos, conhecido como "pão cacetinho"aquele famoso da padaria, é feito com farinha de trigo branca: um carboidrato simples, que vai agir no organismo aumentando a insulina, assim como, o açúcar, podendo em longo prazo, provocar o surgimento da obesidade, diabetes, principalmente naqueles que não resistem ao consumo de apenas uma unidade.  E claro isso tem uma explicação: por ser pobre em fibras, não garante saciedade. Já essa função pode ser feita pelo pão integral, que possuem mais fibras e evitam ganhos na balança, mas ainda assim as versões disponíveis nas prateleiras são ricas em aditivos e nem sempre são 100% integrais, então vale mesmo, aquela velha dica: olhar os rótulos! Para os celíacos, ou quem quer retirar o glúten da dieta, nem em pensamento, já que todas as versões possuem glúten!

A tapioca conquistou o coração do mundo fitness. É uma versão menos processada, regional, mas, ainda sim, é um carboidrato simples.  Uma boa sugestão para melhorar seu perfil glicêmico seria a inclusão de sementes como a linhaça ou chia, que tornariam a sua absorção mais lenta. Outra opção seriam os recheios proteicos, incluindo queijos, atum, frango ou carnes, opções mais magras que promovem mais saciedade.

Já o cuscuz é prato típico do Nordeste, à base de milho. Um carboidrato complexo, rico em fibras, que melhora o trânsito intestinal, rico em vitaminas e ácido fólico, uma excelente opção para dietas de emagrecimento ou ganho de massa muscular mas é importante tomar cuidado na escolha do fubá ou flocos, é preciso optar por versões não transgênicas.

Então, não há como negar que o pão não tá com nada. Todos os aditivos, conservantes e a farinha branca, torna-o um verdadeiro vilão. Para escolhas mais saudáveis e saborosas, pode-se optar entre a famosa tapioca e o típico cuscuz não transgênico. Afinal, escolhas mais saudáveis fazem bem.